Klimt

30 de julho de 2011

Nós, sem respostas

às perguntas que fazemos. Viver cheios de certezas e de repente perceber que a vida acontece e que não temos tudo como certo. Nestes dias tem-me doído este viver.

2 comentários:

carolina disse...

o que tens, Mary Jane?

Maria João Lourenço disse...

Nada. Não é comigo. É com os outros e a vida.

"Quanto mais claro/ Vejo em mim, mais escuro é o que vejo./ Quanto mais compreendo/ Menos me sinto compreendido./ Ó horror paradoxal deste pensar... " Fernando Pessoa